2016-07-19

Aprender a ver futebol

Há muito mais adeptos de futebol do que jogadores e isso faz com que a opinião seja muito dispersa.



style="display:inline-block;width:320px;height:100px"
data-ad-client="ca-pub-3619877322785399"
data-ad-slot="9248527931">



Confesso que começo a ter mixed feelings sobre a transmissão televisiva dos jogos de treino. Ontem alguém perguntava se os jogos não fossem televisionados os resultados seriam diferentes? À primeira vista parece que não mas todos sabemos que o comportamento humano é diferente quando há mais gente a observar. Entre os jogadores que procuram cativar os adeptos e os que procuram sair há sempre uma pressão extra por o jogo passar na televisão.

Não quero com isto dizer que a culpa das 3 derrotas em 4 jogos do Sporting seja da televisão. Eu próprio estava desejoso de voltar a ver o Sporting a jogar mas, como dizia o Jack, vamos por partes (e com calma).



style="display:inline-block;width:320px;height:100px"
data-ad-client="ca-pub-3619877322785399"
data-ad-slot="9248527931">



Dos 4 jogos que fizemos neste estágio 3 foram com adversários em fase de preparação mais adiantada que a nossa e, verdade seja dita, com um orçamento também superior. O único resultado que me aborreceu verdadeiramente foi contra o PSV mas tenho a certeza que com o penalty assinalado nada disto aconteceria. 2-1 e Aquilani sem o primeiro amarelo.

As escolhas do meio-campo


Nos 4 jogos jogámos mais de 200 minutos sem um 8, deixando o meio-campo entregue ao médio defensivo (Petrovic e Palhinha) o que fez com que fossemos constantemente atropelados pelos adversários e diminuiu o tempo de reacção da defesa onde acabámos por permitir muitos golos. Faz sentido? Não sei. Não sou treinador! Mas confesso que gostei de ver as movimentações interiores de Gelson e Bruno César, em particular, no apoio a Bryan Ruiz num dos jogos fazendo com que o meio-campo parecesse sólido mesmo só com um individuo a ocupar os espaços defensivos. Lembrei-me da pré-época 2001/02 onde Boloni, por mais do que uma vez, tirou jogadores de campo para jogarmos em inferioridade numérica e forçar a solidariedade defensiva da equipa. Para mim, a ausência de um 8 é o que marca este estágio. É claro que os alarmes tocaram mas, analisando a frio a situação, temos Adrien e João Mário de férias, Wallyson e Paulista a recuperar de lesão e Gauld à espera de definição. Se um destes sair das escolhas (por venda, empréstimo ou despromoção à B) faz sentido ir buscar um novo 8. Quem? De certeza que alguém melhor na análise de jogadores está a trabalhar nisso. Ontem alguém sugeria Miguel Veloso, eu acho que precisamos de alguém mais dinâmico.

 

A Defesa


Estou em paz em relação aos centrais e aos defesas direitos. Os erros cometidos pareceram-me todos fruto do peso nas pernas (fruto das tareias diárias) e do desequilibro do meio-campo. Mas confesso que não estou em paz em relação ao defesa esquerdo. Gosto do Jefferson mas parece-me um bocado fora dela e vejo o Marvin como uma jovem promessa mas temo que o peso da camisola (e o esforço exigido pelo esquema táctico) o inibam de se confirmar. Aguardemos para ver se há melhoria ou se entra alguém.

Ataque


Slimani não foi titular em nenhum dos jogos e compreende-se. Nós sabemos o que Slimani sabe fazer e é preciso encontrar alternativas. Mas foi na função de apoio ao ponta-de-lança que mais fiquei surpreendido pela positiva. Tanto Podence como Alan Ruiz mostraram créditos fazendo golos e assistências. Spalvis mostrou boas movimentações mas não finalizou antes de se lesionar com relativa gravidade e Barcos mostrou também ser mais útil como apoio. Gelson mostrou estar endiabrado mas Matheus e Iuri parecem ter um caminho a percorrer apesar da inegável qualidade. Teo soa cada vez mais a carta fora do baralho.

Conclusões a tirar


Gosto de os ver a levar tareias diárias. Uma época é dura e os adeptos têm que ser os primeiros a perceber que nada se faz por acaso. Quem acha que sim não percebe um pescoço de futebol e mais vale resumir-se aos jogos da selecção e às bandeiras ocasionais na varanda. Sábado há mais um jogo contra um adversário em fase mais adiantada de preparação mas penso que iremos entrar em campo de outra maneira. Afinal de contas, o Leão vai voltar a casa!

 

Partilha no Facebook



1 comentário :

  1. Hello. I have not been on this site since June. It was simply because I was taking a trip to Mexico because of my position at The PNC Financial Services Group. This takes a good deal of time from me, however I still think about your blog. I remember our days at College of Central Florida (FL) in Florida. So satisfied that we had a time to compete close the playground. Please forward my respect to betty and mike. Salut

    ResponderEliminar