2016-07-26

O conforto das listas



style="display:inline-block;width:320px;height:100px"
data-ad-client="ca-pub-3619877322785399"
data-ad-slot="9248527931">




Num desses blogs geridos por patetas que se acham mais inteligentes que o comum mortal foi publicada uma lista de 101 contratações na era Bruno de Carvalho. Eu, como avençado alinhado, proponho-me a destruir a argumentação desse pateta. Se não conseguir, este mês não irei levantar o cheque da avença!

Como diria o Jack, vamos por partes:

O medo dos números


Qualquer tuga acéfalo tem medo dos números! Parece que não mas, para contar até 101, é preciso usar mais de 10 vezes as duas mãos (10 vezes 10 = 100, sinto-me na obrigação de ir metendo estas notas para os mais tontos)! Mas, para o croquete, contar até 100 é ainda mais complicado! Não nos podemos esquecer que têm o dedo mindinho esticado e isso dificulta a sua utilização na contagem. Uma espécie de Álvaro Magalhães mas ao contrário!

O nosso amigo, o pateta, contabiliza contratações para 6 (SEIS) escalões do clube! Já disse "SEIS!"? 101 jogadores a dividir por 6 escalões a dividir por 4 épocas dá... (vá, vocês conseguem) uma média de 4,2 jogadores por escalão por ano. Ui, o choque!

A honestidade intelectual


Eu, como não sou croquete, sinto-me na obrigação de ser intelectualmente honesto e, por isso, não vou fazer de conta que não vejo que a maior parte das contratações são efectivamente para a equipa A. E, sim, é um desafio ser-se intelectualmente honesto quando se está a tentar argumentar contra alguém que contabilizou o Martunis como reforço do Sporting!

Martunis

Comecemos por uma das críticas que o pateta faz:
Como impressionante é perceber que destes 101, 40 já saíram, 8 estão emprestados e 5 estão com situação indefinida (Cissé e Slavchev os mais relevantes).



style="display:inline-block;width:320px;height:100px"
data-ad-client="ca-pub-3619877322785399"
data-ad-slot="9248527931">



Mais de metade.Ou perceber que os valores de venda destes 40 terão produzido encaixes de pouco mais de €9M.

Podia ser um animal e dizer que bastaria vender Slimani para compensar todos esses 40 que saíram por "pouco mais de €9M" mas que sentido faz isso para alguém que não percebe que foram contratados 40 jogadores para os escalões de formação. O "jogador da formação" por mais qualidade que tenha não traz consigo a capacidade de fazer a mitose (a ignorância é opcional, podem sempre googlar). É necessário, todos os anos, fazer prospecção e correr o risco de contratar um ou outro valor para crescer na academia (diz-se que é viveiro mas a verdade é que eles não se reproduzem lá dentro! É preciso ir buscar a qualquer lado...). "Ah é? Então diz lá um!!!" Ronaldo Tavares. Contratado em 2013, para os sub17, está neste momento já ao serviço da equipa B e tem marcado em todos os jogos de pré-época em que participou.

 

Shikabalas e Enohs


Pois, é um facto! Realmente tipos como o Shikabala que chegou ao Sporting por 190 mil euros e vendeu-o por 575 mil euros.

Lewis Enoh custou 50k ao Sporting e foi vendido por 350k!

Eu sei que estas coisas de se vender por mais que o que se comprou é estranho para quem comprou o Pongolle por 6.5M

Pongolle

E o vendeu por....

pongollerescinde

Ah caraças! Não vendeu... Rescindiu! A custo zero! 6.5 milhões pelo ralo! A propósito, já pensaram quantas vezes teriam que passar pelo mesmo dedo para contar até 6.5 milhões? Não pensem mais! Peguem nesse dedo e enfiem-no no cu! Acreditem em mim: farão melhor figura que a fazer listas destas!

 

Não faças listas estúpidas, partilha antes este post no facebook!


 

 

 

1 comentário :