Nuno Saraiva sobre o carvão que saiu hoje no i


Lançar "lixo" na Praça Pública para evitar que as pessoas se apercebam das grandes transformações que estão a suceder no futebol português



Hoje o Jornal i elabora um título de manchete que, além de não ser honesto na insinuação que pretende, enferma de falta de rigor jornalístico e factual e significa uma truncagem inaceitável da realidade. A mensagem que querem passar é a de que o Presidente, Dr. Bruno de Carvalho, vai colocar as claques a ouvir os antigos Presidentes

A comissão constituída para ouvir antigos Presidentes do Sporting CP decorre de uma decisão do Presidente do Clube. A sua constituição foi inspirada e adaptada da proposta aprovada pelos Sócios em Assembleia Geral para o acompanhamento dos Tribunais Arbitrais, que foram decididos autorizar caso fossem solicitados pelos antigos dirigentes.

Do que se trata é de dar a oportunidade aos antigos Presidentes de, em sede de auditoria, darem as informações/esclarecimentos que considerem pertinentes e responderem a questões colocadas pelos membros da Comissão relativas aos dados retirados da auditoria. Ao contrário do que alguns pretendem fazer crer, não estamos perante qualquer tribunal plenário ou popular.

A referida Comissão, que, repito, foi inspirada na equipa de acompanhamento do Tribunal Arbitral sufragada em Assembleia Geral, é constituída por representantes das múltiplas correntes e sensibilidades que compõem o Universo Sporting. E, nesse sentido, os Grupos Organizados de Adeptos, que pejorativamente são designados por claques, e porque são também eles representativos da Família Sportinguista, terão assento nesta Comissão. Tal como o Grupo Stromp, os Leões de Portugal, o Conselho Leonino, a Direcção, o Conselho Fiscal, a Mesa da Assembleia Geral, e tantas outras correntes e sensibilidades que constituem e formam um Clube com a grandeza do Sporting CP.


Esta Comissão será presidida pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral, o Comendador Jaime Marta Soares.

O resultado destas sessões será anexo à auditoria realizada.

Se havia a queixa dos antigos dirigentes de não terem sido ouvidos esta é a forma de dar resposta a esse anseio demonstrado e de fomentar cada vez mais a união e solidez da família sportinguista em torno de um projecto de crescimento e grandeza que é por todos vislumbrado.

Podem terceiros tentar dividir-nos e desestabilizar-nos. Podem tentar esconder os seus problemas e insucessos lançando "lixo", mentiras, calúnias e difamações para o "ar". Mas há uma garantia que podemos dar: essa estratégia de jogo sujo não passará!





Comentários