Benfica de Vieira, uma gestão lamacenta


Luis Filipe Vieira age hoje como se fosse um enorme estadista. A imprensa esforça-se por fazer esquecer o que foram estes últimos 13 anos de Vieira à frente do benfica e o que trouxeram ao futebol português. Na minha opinião pessoal: o futebol português sempre foi um nojo mas é a pegada de Vieira a mais visível no lodo que isto se transformou. Eis um pequeno resumo dos últimos 13 anos, por tópicos, todos estes casos alegadamente sob a alçada de Luis Filipe Vieira. E são tantos e dum espectro tão alargado que nem é preciso falar dos vouchers.





Inibição a jogadores

Miguel Rosa

Marco Paulo foi 'impedido' de usar ex-jogador do Benfica
A 2 de Março de 2014, Marco Paulo (treinador do Belenenses) deixou claro que a SAD do Belenenses o impediu de utilizar Miguel Rosa (já sem qualquer vinculo ao benfica) no jogo contra o benfica.
"É um assunto sobre o qual a administração é que deverá falar. Não foi opção técnica", frisou Marco Paulo, sem mais comentários. Recorde-se que Miguel Rosa trocou, no defeso, o Benfica pelo Belenenses.

Nesse mesmo jogo o Belenenses ainda viu um golo ser-lhe mal anulado. Seria o 1-1 aos 71 minutos de jogo.


Deyverson

Alguns meses depois (Dezembro de 2014) o Belenenses voltou à luz e Lito Vidigal (o treinador do Belenenses à altura) voltou a deixar Miguel Rosa de fora. Mas não foi só Miguel Rosa que ficou de fora, ao seu lado na bancada sentou-se Deyverson.

"Em relação a Deyverson e Miguel Rosa, o jornal A Bola adiantou que os dois não defrontaram o Benfica porque estão contratualmente ligados ao Belenenses mas o Benfica possui uma percentagem do passe. A SAD do Belenenses deu indicações para que não fossem utilizados, isso dentro de um acordo verbal entre os dois clubes para que os jogadores não alinhem nas partidas entre azuis e encarnados." http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2014/12/06/eyverson-e-miguel-rosa-n-o-jogaram-por-iam-estar-condicionados 
Jardel
12 de Janeiro de 2011
"Benfica e Olhanense já negociavam Jardel há duas semanas, mas foi anteontem, no dia do jogo da Taça de Portugal entre as duas equipas, que se soube que o central brasileiro ia trocar o clube de Olhão pelo da Luz. O jogador não defrontou a futura equipa... "
André Horta
"O CM sabe, aliás, que o futebolista português tinha treinado sem limitações e estava apto para o jogo na Luz, mas acabou por ser poupado pelo treinador Quim Machado, tal como aconteceu com Nuno Pinto, Fábio Pacheco e Costinha. " http://www.cmjornal.pt/desporto/futebol/detalhe/benfica_ataca_andre_horta

Doping

A 3 de Dezembro de 2006, Nuno Assis acusou positivo um controlo anti-doping num jogo do benfica contra o Marítimo. Nesse jogo o benfica acabou por vencer 1-0. O jogador foi suspenso mas o clube da luz acabou por não sofrer qualquer consequência por ter um jogador seu dopado em campo. Quantos mais jogos terá ele feito dopado? E que vantagens terá o benfica tirado disso?

O próprio Anders Andersson, ex-jogador do benfica, falou numa entrevista sobre as injecções que levava quando estava no benfica.





Coação a árbitros

O conhecido (por contrabando de tabaco) Diabo de Gaia entrou em pleno relvado do estádio da luz e agrediu um fiscal de linha. O "simples" adepto ainda conseguiu ver o jogo até ao fim e o estádio da luz não sofreu qualquer tipo de interdição.


Em Agosto de 2011 o actual presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Pedro Proença, foi agredido em pleno Colombo por um adepto do benfica tendo ficado com dois dentes partidos. O adepto do benfica que o agrediu teve pena suspensa e não houve nenhum outro tipo de consequência.
O sucedido foi tão bem visto para os lados da luz que Paulo Parreira, o "Adepto Possuído" lançou uma música sobre isso com o apoio do benfica e aproveitando para reforçar a ameaça sobre Pedro Proença:





Alegadas favores de adversários

Estoril - benfica (Algarvegate)

"Sim, o futebol desiludiu-me muito," confessa. "Senti muitas invejas, vivi muita podridão. No Estoril, por exemplo, quando fui adjunto do Litos, passei por uma situação incrível. O presidente deixou que a equipa descesse para a segunda divisão a troco de ir jogar com o Benfica ao Algarve apenas por causa da receita. Perdemos porque dentro do campo as coisas estavam todas feitas, ao ponto de mais tarde eu e o Litos termos sido ouvidos pela Polícia Judiciária sobre o que se tinha passado. O jogo foi comprado, ou vendido, neste caso. Os jogadores choraram no balneário.", recorda, com tristeza. - Carlos Xavier, http://www.sabado.pt/ultima_hora/detalhe/carlos_xavier_o_futebol_desiludiu_me.html

Inscrição errada de jogadores

Ricardo Rocha

"Uma notícia avançada pela SiC, dá conta da possibilidade do Benfica perder a Taça de Portugal e o 2º lugar:Taça e segundo lugar em risco Ricardo Rocha foi mal inscrito e os encarnados podem ser duramente penalizados O Benfica corre o risco de perder na secretaria o segundo lugar do campeonato e a Taça de Portugal. Tudo porque Ricardo Rocha passou a época mal inscrito.A época 2001/2002 estava a meio, quando em Janeiro de 2002 o Benfica contratou ao Sp. de Braga os jogadores Tiago, Armando e Ricardo Rocha. Tiago e Armando transitaram nesse mesmo mês para o Benfica. Ricardo Rocha só o fez no final da temporada. O contrato entre Ricardo Rocha e o Benfica foi assinado no dia 15 de Janeiro de 2002, e reconhecido notarialmente no dia 18. Deveria ser válido, com efeitos a partir da temporada 2002/2003.
Só que Ricardo Rocha foi mal inscrito, perante o regulamento da Liga de Clubes no seu artigo 32º, o jogador só poderia assinar o contrato com o Benfica a partir de 1 de Abril. Mas não foi isso que aconteceu. O Benfica, através de Manuel Vilarinho, e Ricardo Rocha, assinaram e reconheceram o contrato em Janeiro. Isto é, o jogador alinhou pelos encarnados com uma inscrição ilegal. Perante o que determina o regulamento, os resultados dos jogos são homolgados 30 dias depois de se efectuarem, o que significa que em risco estão todos os jogos que ainda não estejam abrangidos pela homolgação: com o Sporting, União de Leiria e a final da Taça de Portugal frente ao FC Porto."
Obviamente, não houve consequências!



Património

Terrenos em Lisboa

O título do jornal foi um tímido "Benfica 'ajudado' em 65 milhões, conclui PJ" mas ficou provado que o acordo com a CML permitiu ao Benfica vender um terreno à EPUL e receber outro do município da capital.

A Polícia Judiciária acaba de concluir a investigação ao contrato-programa assinado em 2002 pela Câmara de Lisboa, EPUL, Benfica e Sociedade Benfica Estádio SA, concluindo que as formas de apoio acordadas e atribuídas ao clube da Luz para a construção do estádio "consubstanciam verdadeiras comparticipações financeiras, concedidas por instâncias municipais".  http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/benfica_quotajudadoquot_em_65_milhotildees_conclui_pj

Terrenos no Seixal

"A queixa pede que se investiguem dois acordos: o primeiro firmado em 2001 entre o Benfica, a autarquia e a empresa Euroárea, que estipulou a cedência de terrenos para a construção da academia encarnada. O segundo, lavrado em 2013 apenas entre a SAD e a câmara da Margem Sul, que determinou a cedência de mais terrenos, e a definição de contrapartidas, tendo em vista a ampliação da infraestrutura.",  http://www.cmjornal.pt/desporto/futebol/detalhe/terrenos_do_benfica_dao_queixa_crime

Dívidas ao BES

"As empresas de Luís Filipe Vieira, com 466 milhões de euros, José de Mello, Joe Berardo, Vasco Pereira Coutinho, Nuno Vasconcellos, Carlos Martins e José Guilherme estão na lista dos 21 maiores devedores do BES, que transitaram para o Novo Banco, segundo notícia avançada ontem pelo ‘Correio da Manhã’. No total, devem ao banco 6,6 mil milhões de euros. O diário da Cofina revela ainda que o Benfica integra esta lista e que o clube tem uma dívida de 190 milhões de euros. Também a empresa brasileira Asperbras, na qual José Veiga, antigo agente desportivo, consta dos maiores devedores do Novo Banco, com uma dívida de 108 milhões de euros.", http://www.record.xl.pt/fora-de-campo/detalhe/vieira-entre-os-maiores-devedores-do-bes.html

Tráfico de droga no estádio da luz

"Um antigo funcionário do Benfica foi detido por suspeita de tráfico de cocaína. A detenção aconteceu em Julho. O suspeito transportava na altura 9,5 quilos de droga. A Judiciária fez já uma busca nas instalações do Estádio da luz. O suspeito foi responsável pelo departamento de apoio aos jogadores do Benfica e foi também motorista de Luís Filipe Vieira.", http://www.rtp.pt/noticias/pais/ex-motorista-de-luis-filipe-vieira-esta-detido-por-trafico-de-cocaina_v854414


Agora fico à espera que venham dizer novamente o Sporting e o seu Presidente que dão mau nome ao futebol português.

Como dizia ontem o Captomente:
Os Sportinguistas são os adeptos que mais se podem orgulhar da sua honradez, nunca se esqueçam disso. Não aceitem lições de moral de ninguém!






Comentários

Enviar um comentário