2017-01-31



Não são invencíveis, apenas estão mais protegidos!



Não é surpresa para ninguém que o benfica tem atrás de si uma das mais poderosas máquinas de comunicação do futebol mundial. Ainda um jogo não acabou e já todos os comentadores sabem o que têm que dizer para minimizar o impacto desse resultado. O mesmo se aplica a meia-dúzia de "opinion makers" nas redes sociais também sempre prontos a fazer damage control.


Pouco mais de 20 minutos depois do final do jogo e já o Record tinha uma fotogaleria onde o título era todo um hino à desculpabilização da derrota enquanto o Pedro Guerra gritava na TVI24 que o benfica tinha sido o clube mais prejudicado esta época (se a hipocrisia matasse...). É este alegado penalty mais importante que o golo limpo anulado a Alan Ruiz na semana passada? Não! Este valeria, no máximo, 1 ponto e ao Sporting foram roubados 2 pontos nesse golo anulado. E, pior, nem sequer é penalty - o Carrillo atira-se para o chão como se pode ver neste video:



Mas a verdade é que isso não apaga os factos e o principal facto é que o benfica somou ontem a sua segunda derrota consecutiva e os adeptos fizeram-se ouvir.



Também Rui Vitória tinha vindo a ver a sua imagem lavada com regularidade. Sempre sonsinho, a máscara lá lhe acabou por cair contra o Moreirense na passada semana e o tal indivíduo que nunca fala dos árbitros (a não ser que não ganhe e lá vêm as ceboladas) acabou um jogo a ofender a integridade de um árbitro acusando-o mesmo de ter desejado a derrota do benfica. "Era isto que querias? Conseguiste!"




Não é só neste aspecto em que vemos a protecção da comunicação social ao benfica. A devolução de Markovic (610 minutos, 2 golos) e venda de Elias (210 minutos, 1 golo) fizeram correr litros e litros de tinta realçando que foram contratações falhadas. Mas vai-se mascarando a devolução de Danilo (214 minutos, 1 golo), o empréstimo forçado de Célis (212 minutos), as constantes lesões de Grimaldo e a paupérrima época de Rafa que custou mais de 16 milhões de euros e jogou 446 minutos para o campeonato português. Já para não falar do falhanço da "venda milionária" de Jimenez e, claro, de Carrillo cuja operação foi rotulada como um dos maiores roubos a um rival e neste momento já é um dos jogadores mais odiados pelos benfiquistas.



Sem o manto protector da comunicação social e a constante manipulação de factos, a crise de resultados que o benfica vive hoje seria bem pior. E nós, em vez de capitalizarmos tudo isto, andamos preocupados com uma virgula num tweet ou com a contagem de espectadores no estádio. Abram os olhos, Sportinguistas. Abram os olhos e percebam quem é o verdadeiro inimigo. Eles não são invencíveis, apenas estão mais protegidos!




1 comentário :