Capa de jornal "O Jogo" tentar tirar o mérito à vitória do Sporting


A vitória do Sporting em Moreira de Cónegos, ainda que sofrida, não merece contestação. A equipa viu-se a perder por duas vezes e foi buscar energias ao fundo do seu ser para conseguir dar a volta a uma equipa combativa e organizada como foi a do Moreirense.
Mas o jornal "O Jogo" fez os possíveis para tirar mérito à vitória do Sporting colocando em destaque na sua capa de hoje a frase "Tribunal unânime: Adrien devia ter visto vermelho por pisadela a Sagna aos 54'". O lance, para quem não viu, é o seguinte:



De facto há contacto entre Adrien e Sagna e, provavelmente, merecedor de sanção disciplinar. Mas Adrien está apenas a disputar o lance com Sagna e acaba por chegar mais tarde que o jogador do Moreirense. Aceitaria o cartão amarelo, nunca o vermelho. Mas este lance é destacado porque o marcador ainda estava em 2-1, com o Sporting em desvantagem. O objectivo é transmitir a ideia de que o Sporting só deu a volta ao resultado porque Adrien não foi expulso.




O que o O Jogo se esquece de colocar no seu "tribunal" é que, aos 16 minutos, André Micael  tem esta entrada durissima, por trás, sobre Bas Dost que não só impede um contra-ataque perigosissimo do Sporting como podia lesionar o jogador holandês para o resto da época. Isto sim, para cartão vemrlho! E, aos 16 minutos, ainda o jogo estava 0-0.



Felizmente cada vez há mais Sportinguistas com espirito crítico e consciência destas tentativas de manipulação por parte da imprensa desportiva. Nós pensamos só pela nossa cabeça e não nos deixamos enganar!





Comentários

  1. No jogo do Guimarães-Porco, também não puseram o penalti do Máxi, mas aí foi porque se "esqueceram" de dar o lance aos árbitros para analisarem. O normal, jornal O Nojo a fazer jus ao seu nome. Aliás um dia que BdC saia do Sporting o tal de Ribeiro demite,sr porque não vai ter nada para escrever. Todos os artigos ou crónicas que faz, sem excepção falam nem que seja uma linha em BdC. Todos! Anda nisto há 4 anos! Nem dorme a pensar nele.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário