O dia em que os apoiantes de Madeira Rodrigues entregaram as armas




Sempre achei que para Bruno de Carvalho ganhar estas eleições bastaria não entrar em diálogos desnecessários. O seu trabalho fala por si e seria muito dificil qualquer candidato vencer o Presidente que uniu os Sportinguistas na construção do Pavilhão Rocha. Soma-se a isso a injustiça que seria não ser o actual Presidente a inagurá-lo.

Antes de mais, uma primeira palavra à SportingTV: Parabéns! Um debate moderado de forma não tendenciosa na televisão do Clube. A prova que o Sporting é cada vez mais um Clube democrático e plural, onde todas as vozes e credos têm o seu espaço.

Bruno de Carvalho esteve como um líder deve estar nestas ocasiões. Falou com elevação e mostrou-se sempre bem preparado. Nem quando o assunto foi mais sensível como as comissões perdeu a compostura. Isto é um Presidente! E espero que seja capaz de manter esta elevação nos próximos 4 anos. Seria importante o General Bruno de Carvalho dar lugar ao Estadista Bruno de Carvalho com outros elementos da estrutura a ficarem com o ónus de comandar as tropas mais junto ao terreno.



Sobre Pedro Madeira Rodrigues: começo por dizer que pessoas que dizem 'treuze' me causam uma elevada dose de nervos. E PMR esteve particularmente insistente nessa palavra - 'treuze treuze treuze'. Voltando ao que interessa, PMR também entrou preparado mas foi cometendo várias gafes, como aquela em que disse que Wolfswinkel tinha sido vendido por esta direcção, quando foi vendido por Godinho Lopes para "pagar salários" que só foram pagos quando BdC chegou ao Clube. PMR mostrou ter ideias válidas mas o somatório dessas ideias está longe de formar um projecto desportivo convincente para o Sporting Clube de Portugal.

As horas depois do debate também foram interessantes nas redes sociais pois fomos percebendo que vários apoiantes de PMR e alguns Anti-BdC começavam a usar expressões como "não troco seis por meia-dúzia". Provavelmente foi ontem à noite que as armas dos soldados de PMR foram entregues e começou a espera por #Benedito2021. Ainda assim é da maior importância que todos os Sportinguistas, elegíveis para votar, o façam no próximo dia 4. A democracia só tem valor se for exercida e só uma boa adesão às urnas mostrará um Sporting forte e unido em torno do seu futuro.







Comentários