Porque nos odeias, Record?





Há uma espécie de relação amor/ódio do Record para o Sporting. Uma espécie de Dr. Record & Mr. Hyde aplicado às notícias que se escolhem relevar. Ontem o Manchester United jogou contra o Hull e Markovic (ex-Sporting) e Evandro (ex-Porto) foram titulares no empate a zeros. Num lance de contra-ataque, Markovic acabou por enviar uma bola ao ferro e o Record escolheu noticiar com o título "Quem é o jogador que deixou o Sporting há uma semana e já faz estragos na Premier League?". Estragos? Só se foi a tinta que tirou ao poste...

O Manchester United dominou o jogo frente ao Hull City, mas com o resultado em 0-0, os tigers desperdiçaram uma grande oportunidade aos 86 minutos, quando Lazar Markovic, isolado por um passe de Tom Huddlestone, rematou ao poste da baliza de David de Gea. Estreia de Markovic pelo novo clubes, para onde se transferiu depois de seis meses no Sporting, podia ter estragado ainda mais os planos de José Mourinho...
Uma mentira em toda a linha até porque Markovic já se tinha estreado pelo Hull precisamente contra o Manchester United mas para um jogo da Taça onde é directamente responsável pelo golo sofrido numa falha de marcação e, inclusivamente, até já viu dois cartões amarelos. É esta constante lavagem de imagem com a pretensão de dar a entender que foi mal aproveitado em Alvalade por incompetência do Sporting e não pela má forma com que se apresentou e pela falta de qualidade que evidenciou nos jogos em que participou.

Os ex-jogadores do Sporting só são notícia no Record se isso permitir, de alguma maneira, passar a ideia que foi um erro dispensá-los ou vendê-los.



Já notícias negativas sobre os nossos rivais são constantemente omitidas dos grandes palcos. Veja-se o caso das sondagens online. Sempre que são positivas para eles vêm na edição impressa. Mas quando são negativas como a de ontem onde perguntavam se o benfica tinha razão nas queixas sobre as arbitragens... nem vê-las!


É claro que notícias a bater no Sporting vendem mais que tudo o resto mas... é necessário perguntar: Porque nos odeias, Record?





Comentários