À conversa com o Artista do Dia



Dono de uma escrita acutilante, uma inteligência bem acima da média e de um Circo: hoje temos connosco, para falar sobre as eleições e mais um pouco, o Artista do Dia.

É de saudar o aparecimento de candidatos às eleições do Sporting. Dos que apareceram, estavas à espera de perfis diferentes?

Tinha esperança que aparecessem perfis diferentes, mas realisticamente não o esperava. Calculava que os candidatos potencialmente mais fortes perceberiam que seria difícil derrotar Bruno de Carvalho, que teve um mandato globalmente muito positivo, preferindo resguardarem-se para as próximas eleições. Sobraram os perfis mais óbvios: os BdC-haters, que, mais do que terem um rumo para o clube, querem é ver o atual presidente fora do clube; e os palhaços de serviço, que, felizmente, desta vez não conseguiram apresentar uma candidatura própria.


Mas pegando nas parangonas e os destaques que tem sido alvo (ainda ontem, todos os noticiários da tarde da TSF abriram com Juande Ramos), achas que Pedro Madeira Rodrigues é um aglomerador de ódio a Bruno de Carvalho ou um candidato com uma agenda própria?

Devem ser muito poucos aqueles que olham para Madeira Rodrigues e que dizem que o apoiam pelo seu programa. PMR tem tido muita visibilidade porque a dimensão do Sporting torna isso inevitável, mas é evidente que goza de uma simpatia de grande parte dos media e dos adeptos rivais (passe a redundância) pelo facto de ser uma antítese de tudo aquilo que Bruno de Carvalho representa. Qualquer pessoa que se candidatasse contra Bruno de Carvalho teria o mesmo tipo de tratamento.




Sim, provavelmente é verdade. Na minha opinião começou bem mas rapidamente foi fazendo alguns disparates na campanha que minaram as suas hipóteses. Contudo a ideia de um director desportivo é algo que faz sentido para o Sporting actual ou pensas que um adjunto nomeado pela direcção é suficiente?

Um diretor desportivo é importante se vier complementar as competências do presidente e do treinador. No caso do Sporting, creio que é importante existir um diretor desportivo que efetivamente o seja. O presidente aceitou que a estrutura ficasse demasiado centrada no treinador, o que foi um erro, mas a verdade é que as lacunas de determinados tipos de competências já existiam antes de Jorge Jesus ter entrado. Não faz sentido que Bruno de Carvalho perca o seu tempo e se exponha em assuntos que poderiam perfeitamente ser tratados por um diretor desportivo. Alguém com capacidade de coordenação de tudo o que diz respeito ao futebol profissional - ponte entre a equipa profissional e a formação, logística, scouting - e que possa dar a cara em determinados tipos de assuntos que não exijam a intervenção do presidente e não devam ser tratados pelo treinador.
E obviamente que tem de ser um nome com força suficiente para não ser esmagado por Bruno de Carvalho e Jorge Jesus, que não parecem ser pessoas com quem seja fácil de lidar e de dizer 'não'.


Uma das coisas que me surpreendeu nestas eleições foi o tempo de antena concedido pelos orgãos do Clube aos candidatos. Fico feliz por sermos um Clube "democrático" mas por vezes penso que aparecem mais candidatos por o Sporting ser um Clube apetecível.

Desde que me lembro, sempre houve mais massa crítica no Sporting. Sempre houve mais vozes discordantes e ideias alternativas. É óbvio que facilita o aparecimento de outras candidaturas o facto de não vencermos o campeonato há muito tempo, mas isso não explica tudo. O Porto, por exemplo, esteve 3 anos sem ganhar e não foi por isso que fez aparecer candidatos. No Benfica, antes de Vieira começar a ganhar regularmente, os potenciais opositores de Vieira foram sendo atraídos para a direção ou afastados através da alteração de estatutos para não serem um problema. Apesar das cobras e lagartos que se dizem de Bruno de Carvalho, não há qualquer comparação para os tiques absolutistas que as direções dos nossos rivais demonstram.


É reconhecido o dom que tens para escrever. É dificil lutar diariamente contra o status quo?

É fácil escrever quando se acredita naquilo que se faz. Encontrar a motivação para expor os Delgados, Serpas e Guerras da vida também é fácil. Difícil é lutar contra o cansaço físico acumulado de tantas noites a dormir menos do que devia. ☺


Portanto, não temes que uma vitória de Pedro Madeira Rodrigues te tire do leque de avençados?

Já enchi a despensa de enlatados para ter o que dar de comer à família caso PMR ganhe. ☺ Homem prevenido vale por dois.





A doutrina divide-se quando se fala das pessoas que defendem o Sporting nas redes sociais. Entre acusações de tachos e avenças, que opinião tens da importância dos blogs e semelhantes? Resolvem, por si só, o problema da falta de militância?

Não resolvem o problema da falta de militância mas acho que ajudam. Ajudam a que se viva o clube diariamente, e não apenas em dia de jogo. Ajudam a manter as pessoas informadas face à inacreditável torrente de contra-informação que é debitada por órgãos de comunicação social que deveriam ser isentos. Agora, os blogues não chegam a todo o lado, o seu raio de ação é muito limitado.


Verdade! Ganhando Bruno de Carvalho, o que gostavas de ver diferente neste segundo mandato?

Gostava que BdC montasse uma estrutura mais forte em todas as competências. Trabalha-se mal em várias áreas, não sei se por falta de meios humanos ou por falta de capacidade dos meios humanos existentes. A área comercial e de marketing é um bom exemplo: não é admissível que o futebol de formação e o futebol feminino (tirando este último jogo com o Braga) não tenham patrocínios. A vertente corporate precisa de ser muito reforçada, é incompreensível como é que tenham ficado tantos camarotes por vender numa época em que as expetativas eram elevadíssimas. E, claro, precisa de montar uma estrutura no futebol que consiga identificar os jogadores de que o treinador precisa para ter sucesso - não podemos continuar a falhar tanto nas contratações.


Será suficiente para lutar pelo título ou é mesmo preciso matar pc e lfv cm diz boloni?

É preciso matar, ou pelo menos atordoar, o polvo que ambos construíram. E também aí temos que ser mais inteligentes na forma como lidamos com o sistema.


Que conselho deixas aos Sportinguistas para sábado? E para o futuro?


Para sábado, que votem, independentemente da lista que prefiram, pois esta é a melhor oportunidade que têm para influenciar o caminho que o clube tomará, para assumir uma opção, para não deixar esta escolha nas mãos dos outros. Em relação ao futuro, que se envolvam no dia-a-dia do clube, que tentem conhecer cada vez melhor o clube, as modalidades, os atletas que nos defendem diariamente. Há tanto para conhecer, e o clube tem tanto para oferecer, que é um dos melhores favores que poderão fazer a vós próprios.


Obrigado meu caro, não só pelas horas que perdes a discutir comigo semanalmente mas também por esta entrevista. Que seja o Sporting o grande vencedor!







Comentários

Enviar um comentário