À Conversa com o Mister do Café




Em véspera de eleições, conseguimos estar à mesa com mais um "avençado" na defesa do Sporting Clube de Portugal. Infelizmente não vamos conseguir publicar todos os que queríamos mas os não publicados ficarão para depois das eleições.

Bom dia, Mister. Presumo que estejas como eu. Nervoso com a candidatura de Pedro Madeira Rodrigues e a possibilidade de perdermos o nosso tacho. Temes por segunda-feira?

Bom dia! Sim, estou muito preocupado. É que eu, ao contrário do Artista do Dia, não consigo comer enlatados. Só mesmo comida do "tacho". Se tal vier a acontecer só me resta esperar que o Ricciardi me dê a mão.



Estamos todos no mesmo barco 🙂 Como viste os dois lados da campanha durante este último mês?

As últimas imagens estão sempre mais frescas na nossa memória, mas sinceramente, não me recordo de uma campanha tão má para a imagem do clube como esta. A única coisa positiva em todo este processo foi a lição de democracia dada pelos órgãos sociais e de comunicação do clube, que abriram as suas portas a todas as listas. Foi visível na apresentação das listas em Alvalade; a cobertura dada pela Sporting TV e jornal Sporting a todas as listas; A existência de vários debates entre os candidatos, etc.. Algo nunca visto nos rivais. As mentiras e ataques pessoais lançados por Madeira Rodrigues são uma mancha em todo o processo e impediram Bruno de Carvalho de apresentar convenientemente o seu programa, especialmente no debate, onde teve de se centrar em responder a mentiras ataques pessoais. Também me pareceu que Rui Miguel Mendonça não estava devidamente preparado para o debate. Só a termo de exemplo, ficou por esclarecer a questão da Rádio Sporting.
Mas foi a escolha de PMR. Alguém que abdica dos valores e princípios pelos quais se regem o Sporting não merece o meu respeito e espero que nas urnas os sócios se façam ouvir a  alto e bom som, para que de uma vez por todas, estes "senhores" percebam que campanhas baseadas na mentira e ataque pessoal não têm lugar no nosso clube.


Deste mandato, o que destacarias pela positiva?

Desde logo, a reestruturação financeira que nos permitiu ser donos do nosso destino, como foi dito na AG da Ajuda. Algo que vou estar para sempre agradecido a esta direcção, que impediu  a destruição do Sporting como sempre o conhecemos. Depois, destaco o Pavilhão que era um sonho antigo dos Sportinguistas. Em termos globais o clube cresceu em todas as vertentes, desde as infraestruturas, aumento de sócios, aumentos de assistências, abertura de novas academias, maior investimento nas nossas modalidades, maior contrato de direitos televisivos em Portugal, excelentes resultados financeiros no clube e na SAD, diminuição do Passivo, etc. O trabalho foi muito e bem feito. Mas atenção, que há ainda muito por onde crescer.




E pela negativa?

Pela negativa tenho de destacar esta época da equipa de futebol. Na época passada fizemos muito melhor e com menos meios do que foram dados esta época. Cometemos erros que têm de ser rectificados para regressarmos aos patamares da época 15/16. O campeonato ainda não acabou e a equipa tem de ganhar todos os jogos até ao final do campeonato. Como diz o Octávio, "Trabalho, trabalho, trabalho".  No final fazemos as contas.


É possível, então, sermos campeões já no próximo mandato?

Sem dúvida. Temos um plantel de qualidade, uma equipa técnica/dirigente competente e uma grande massa adepta. A questão financeira está controlada, as infraestruturas de treino e foram melhoradas, assim como o relvado do estádio, pelo que temos praticamente tudo para voltarmos aos títulos no futebol. Fica a faltar o elemento "extra" que está nas mãos de outros "artistas". Não exijo títulos por esse factor "extra". O que exijo é termos uma equipa que demonstre a raça e qualidade que demonstramos na época passada. Se o fizermos estaremos seguramente mais próximos da vitória.



Devíamos ser mais "ordinários" fora das quatro linhas?

Sim, sobretudo os adeptos. Não podemos andar aqui com a história do "temos de jogar mais", quando a equipa é prejudicada por decisões de equipas de arbitragem ou decisões "administrativas". Basta olharmos para o que foi o campeonato passado para percebermos que existem equipas com a capacidade de serem levadas ao colo até às vitórias. Os Sportinguistas têm de perceber isto de uma vez por todas. Na adversidade os leões têm de rugir bem alto e a uma só voz.






Para Sábado, uma palavra para os candidatos e para os eleitores.

Para os candidatos/delegados e outros membros das campanhas, pedir apenas uma postura digna durante o acto eleitoral, sem qualquer manobra de última hora. Que pelo menos o dia dos sócios seja respeitado na integra. Para os sócios, faço apenas o apelo para que votem. No A, no B, no C ou em branco. O importante é dizermos presente na escolha do futuro do nosso clube.


E para os jogadores/treinador para o que falta da época?

Têm de dar o litro até ao final da época. Não há outra forma de compensarem os adeptos pela péssima época que fizeram até ao momento. Já vamos com 3 vitórias seguidas. Queremos mais 11!


Obrigado pelo tempo que dispensaste. Como recebes à peça fico-te a dever um dia de trabalho. A rate agora anda nos 500? 800?

182,99€ que é para não passar o limite da cortesia. E podes ficar com a camisola do Eusébio...


Dispenso por motivos de higiene :) Até Sábado e que ganhe o Sporting!






Comentários

Enviar um comentário