David Fernandez - Um árbitro corajoso



Acaba de acontecer um jogo histórico em Madrid! Em comparação com Portugal bastaria Jesé Rodriguez não ter tido uma dôr de barriga no autocarro para ser notícia. Jesé entrou em campo e foi um dos melhores da sua equipa! Mas não é isto que torna o jogo histórico.

Aos 2 minutos, Alvaro Morata mete a bola na baliza do Las Palmas e o árbitro invalida, BEM, por fora de jogo! Momentos depois, repete-se a situação: a bola volta a entrar na baliza do Las Palmas e o árbitro volta a anular BEM por fora de jogo.

Gareth Bale, de cabeça perdida, faz falta para amarelo e acaba por o ver. Na contestação ao lance, excede-se totalmente e vê, de forma justificada, o segundo amarelo. É expulso!




Momento depois, Sérgio Ramos faz grande penalidade e o árbitro ASSINALA!

Foi aquilo que devia ser sempre um jogo de futebol. Os lances foram bem ajuizados e o árbitro foi extremamente competente. Mais competente que Morata, que Bale e que Sérgio Ramos! Felizmente, para o Real, não foi mais competente que Cristiano Ronaldo - o melhor jogador português de todos os tempos - que marcou dois golos.

Alguém imagina uma arbitragem assim na Luz? Um árbitro, que tivesse a coragem de anular (BEM) dois golos ao benfica na Luz, expulsasse (BEM) um jogador e ainda assinalasse (BEM) um penalty contra o benfica, seria completamente enxovalhado por António Rola ao intervalo na BTV, seria despromovido pela APAF (alô Marco Ferreira) e provavelmente precisar de dentes novos na próxima vez que fosse ao Colombo.

Felizmente David Fernandez apita em Espanha, um país onde se percebeu que o futeol é um negócio de massas e não deve ver o seu nome manchado por escândalos e coações!

De Espanha nem bons ventos nem bons casamentos mas EXCELENTES arbitragens!
Parabéns a David Fernandez, parabéns Liga Espanhola!




Comentários

  1. No ano passado com o Sporting a ganhar em Braga, o Talisca fazia penalty aos 17m, e mais tarde aos 41m houve outro penalty contra o Benfica.Era a decisão do campeonato, que virou mais uma vez a ANEDOTA do circo onde vivemos.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário