O melhor Bas Dost de sempre tem a bênção de Slimani



Fonte: Diário de Notícias

Póquer ao Tondela ajudou o holandês a chegar aos 22 golos. O argelino torce por ele: "Eu marquei 27 e não fui o melhor".

O melhor Bas Dost de sempre à 22.ª jornada. O avançado leonino marcou 22 golos no campeonato português em outros tantos jogos, o que dá a média de um golo por jogo e faz desta época a mais certeira do internacional holandês de 27 anos.

Números que impressionam os adeptos leoninos e não passaram despercebidos ao seu antecessor na em Alvalade. Isso mesmo, Islam Slimani. "Agora quero que Bas Dost ajude o Sporting, não quero que tenham saudades minhas. Saiu o Slimani, entrou outro goleador", disse ontem o argelino ao DN, antes de uma sessão de treino de recuperação no Leicester (está em dúvida para o jogo com o Sevilha).

Com pouco tempo para falar, o agora jogador do Leicester lembrou que as comparações entre avançados são normais, mas "cada jogador tem as suas características" e não há dois iguais. "O Bas Dost é um bom jogador e tem qualidades diferentes das minhas", disse Slimani, lembrando ainda a luta que perdeu para Jonas (32 golos) na época passada : "Eu fiz 27 golos e não consegui ser o melhor marcador. Claro que torço por Bas Dost!"



O avançado holandês do Sporting nunca tinha marcado tantos golos em tão poucas partidas. E é preciso recuar cinco anos para ter números semelhantes, mas ainda assim inferiores. Na época 2011/12, ao serviço do Heerenveen fez 19 golos em 22 encontros, mas com a particularidade de ter ficado metade dos jogos em branco e de ter feito uma manita num jogo, um hat trick noutro e ter bisado por duas vezes até à 22.ª segunda jornada da liga holandesa.



Já esta temporada pelo Sporting, o internacional holandês fez um póquer e conseguiu bisar por cinco vezes, tendo ficado em branco em oito das 22 rondas da Liga. Frente ao Tondela marcou quatro, mas podia ter feito cinco golos (!), algo que o vai atormentar uns dias. "O sentimento é bom, mas falhei o terceiro penálti e não me esqueço disso. Podia ter feito melhor, mas marquei quatro golos e a equipa ganhou. Melhor marcador? Não sei o que é que os outros ainda vão fazer. Estou na frente e sei que posso ganhar a corrida", disse o goleador holandês no final do jogo de domingo.

E se não tivesse falhado a terceira grande penalidade, o avançado podia ter igualado o seu melhor registo numa só partida. Foi na temporada 2011/12, quando representava o Heerenveen, da Holanda, que Bas Dost marcou os cinco golos da vitória sobre o Excelsior. Nessa época terminou com 31 golos marcados, registo que agora persegue.

A luta em Portugal

O avançado do Sporting respondeu ao bis do portista Soares com quatro golos em Tondela e reforçou a liderança da lista dos melhores marcadores da I Liga, com 22 golos. Os principais concorrentes são, por esta altura, os dois avançados do FC Porto: Soares (16 golos, divididos entre Guimarães e o Dragão) e André Silva (15 golos). O benfiquista Mitroglou tem 13.

Bas Dost vai bem lançado para receber a bota de prata e já tem número que envergonham registos de goleadores de outras épocas. Jackson (ex-FC Porto) foi três vezes melhor marcador e duas com menos golos (20 e 21). A pior marca foi em 2006/07, por Liedson. O levezinho foi coroado rei dos goleadores com 15 golos, e desde então nenhum leão ergueu o troféu. Slimani tentou (27 golos, em 2015/16), mas ficou atrás de Jonas (32).



O duelo pela bota de ouro...

O poker ao Tondela permitiu a Bas Dost ficar a um golo de alcançar Lionel Messi no ranking da Bota de Ouro europeia. O holandês conta neste momento com 22 golos no campeonato português, o que lhe permite somar 44 pontos no ranking. O ponta-de-lança do Sporting está em igualdade com Aubameyang (Borussia Dortmund) e Belotti (Torino), e ultrapassou Lewandowski (Bayern), que soma 21 golos na Bundesliga. Cavani, do PSG, soma 27 golos, mas a Liga francesa tem um fator de 1.5, pelo que o uruguaio ocupa o sexto posto nos melhores marcadores dos campeonatos europeus. Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, é nesta altura 13.º da lista, com 19 golos.

O domínio de Bas Dost é ainda mais avassalador se comparado com a eficácia dos outros avançados convocados para a seleção da Holanda para os jogos de qualificação para o Mundial 2018 - Luciano Narsingh (4 golos), Vincent Janssen (5), Quincy Promes (6), Memphis Depay (5), Luuk de Jong (11) e Arjen Robben (11).


Comentários