Ex-Vice-Presidente do benfica mostra medo do video-árbitro



Rui Gomes da Silva, ex-vice-presidente do benfica, mostrou bem o receio que os benfiquistas têm do video-árbitro na passada noite no programa Dia Seguinte.

A estratégia parece ser clara. Procuram criar situações onde decisões dos árbitros sejam contestados pelos adeptos dos clubes. Neste caso, Rui Gomes da Silva, disse que um árbitro não deve interromper um lance de contra-ataque do Porto contra o benfica pois os adeptos iriam reagir.
Esta tentativa de intimidação é apenas patética. O lance pode continuar a decorrer enquanto o video-árbitro opera e o lance ser apenas interrompido caso se justifique e reúna as condições para ser ajuizado pelo VAR.


Esta é a prova de desespero máximo do benfica. O poder está a diminuir e isso já se viu com a aprovação do limite máximo das ofertas a árbitros. Eles vão fazer o que puderem para condicionar a implementação do video-árbitro. Por algum motivo será...




Comentários

  1. ( Chiça, onde foram "desenterrar" a foto do bicho? Até nem desejo mal nenhum ao dito, mas lá que está com ar de quem passou a noite num cemitério, está!)

    Sobre o post: um burro carregado de livros, será sempre um burro -mesmo que digam que é advogado e lhe chamem doutor.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário