Graças a Deus não sou lampião



Sempre senti isto mas nos últimos tempos faz cada vez mais sentido este sentimento. Ser do Sporting traz-me uma sensação brutal de poder andar de cabeça levantada.

Temos os nossos defeitos, como é óbvio, mas estamos anos-luz desta podridão.

Foi o Salazar, os vouchers, os very lights e o tipo do Clio.
Agora são os empresários de árbitros, delegados da liga, cartilhas e até... bruxaria.

Nós a celebrar o bicampeonato de futsal e eles à procura de desculpas mentais para todo este deboche.

Insisto: Que bom é ser do Sporting!



Comentários