O Desporto Nacional acaba de mostrar que não precisa do benfica para nada



Eram 18h45, quinze minutos depois da hora marcada para a semi-final entre porto e benfica da Taça de Portugal de hóquei em patins, quando o árbitro assinalou a falta de comparência do benfica e atribuiu a vitória, e consequente apuramento para a final, ao porto.

O mundo não acabou. Pelo contrário até continuou e bem. Não fez diferença nenhuma. O desporto não precisa de clubes que não sabem estar.

A (B)TVI24 fez um directo do pavilhão da luz, onde o benfica fazia um treino aberto, e foi ouvir o treinador do benfica que acusou o árbitro do jogo contra o Sporting de premeditação no lance do golo bem anulado (dizer isto não é crime?!). Também disse que esse golo não deveria ter sido anulado porque não fazia diferença nenhuma ao Sporting ganhar ou perder aquele jogo.

É esta a mentalidade daquele clube. Os clubes não lhes podem querer ganhar. Encaram tudo como uma afronta.

Felizmente, a Federação de Hóquei não se deixou intimidar e meteu o benfica no devido lugar. Não se apresentam, são eliminados. Azar.

Também é uma boa altura para perguntar porque é que o benfica não propõe um castigo para quem critica os árbitros no hóquei à semelhança do que fez no futebol. A resposta é simples: Aqui ainda não há emails.


Comentários