Paulo Oliveira - não quer renovação, fica a formação



Paulo Oliveira recebeu uma proposta de renovação antes do final da época e recusou-a. Quando assim é não sobra muito para se fazer. Percebo a sua vontade de querer ser titular mas com Coates e Mathieu seria sempre o terceiro central.

Nada contra a sua decisão mas também nada contra a decisão de Jorge Jesus em preferir uma dupla de centrais mais eficiente ficando com Tobias ou Domingos (quem sabe ambos) para uma segunda linha.

É claro que agora vamos ter que levar com pessoas a dizer que o Paulo é o mais promissor central português e afins. É assim a nossa sina. Nunca nada está bem.

Boa sorte, Paulo. Que te corra tudo bem menos quando jogares contra o Sporting Clube de Portugal.


Comentários

  1. Não é por nada, mas prefiro o Paulo Oliveira ao Tobias. Mas se realmente o Paulo não queria renovar, não vale a pena estar com lamúrias.

    ResponderEliminar
  2. André Pinto é o terceiro central. Só depois temos Tobias e Domingos Duarte. Mas o Gaston deve estar a caminho.

    ResponderEliminar
  3. Acreditas mesmo que JJ vai ficar com Tobias ou Domingos?... Compreendo , aceito e concordo que defendas o nosso clube até ao limite, mas existem situações, que , por muito queiramos, não dá para defender... basicamente, vira mais um central, e assim a pouco e pouco JJ corre com todos os jogadores que encontrou em 2015, aumenta a massa salarial,com jogadores que depois temos de pagar para alguém ficar com eles, Douglas é um exemplo...só ganhando fará sentido a permanência de JJ no Sporting é só temo, que BdC saia prejudicado pela insistência em JJ a frente do futebol profissional.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paulo era um bom central. Só isso. Gostava dele mais pelas qualidades humanas do que pela qualidade futebolistas.
      Domingos vai emprestado e Tobias provavelmente também. O Paulo era o menos bom dos 4 principais defesas. Não quis renovar.
      E BdC nunca sairá prejudicado pela permanencia de JJ no Sporting.

      Eliminar

Enviar um comentário