Bem-vindos à Grande Mentira



Estamos a horas do tiro de partida para a próxima época. Quando, ao principio desta noite, Artur Soares Dias apitar para o inicio do encontro entre benfica e Vitória de Guimarães será oficializada a falta de vergonha dos dirigentes benfiquistas, a falta de carácter de quem dirige o futebol português e a falta de coragem dos restantes 17 presidentes dos clubes da primeira liga que se mantiveram calados perante todo este processo.

Federação, Liga, APAF, IPDJ e os vários Conselhos de Disciplina tiveram dois meses para investigar os alegados e-mails trocados entre Adão Mendes, Pedro Guerra, Paulo Gonçalves e um ou outro artista convidado. Mas não o fizeram. Pelo meio ainda assistimos à mais vergonhosa escolha de delegados que, tal como os padres e as claques ilegais, irão dar muito jeito ao longo da época. Mais ainda só se alguém soubesse o que tem o Presidente da FPF no seu telemóvel, oh wait...

Ontem ainda se deram ao luxo de atirar areia para os olhos das pessoas dizendo que Pedro Guerra irá deixar de exercer a sua função na BTV quando na realidade ficamos é sem saber se ele vai deixar de trocar e-mails com Adão Mendes. Ao mesmo tempo vão dando protagonismo a um pateta como José Marinho para ir sendo o seu novo idiota útil e servir ele de escudo humano.

E o campeonato está de tal forma ferido de gravidade já à partida que o nosso primeiro adversário, o Desportivo das Aves, conta com SETE jogadores que via empréstimo ou venda/cedência (riam-se) chegam do benfica. Quantos destes sete irão ter uma dor de barriga quando se deslocarem à Luz? E quantos destes sete, amanhã, irão entrar em campo para ceifar o Gelson como Luís Aurélio ceifou a cabeça de Adrien Silva?

Hoje na Supertaça e a partir de amanhã no campeonato, taça e taça da liga, quantos árbitros terão sido “avaliados” por Adão Mendes? Quantos delegados terão recebido pedidos de Paulo Gonçalves? Quantos adversários entrarão em campo carregados com malas? Quantos clubes terão recebido empréstimos de jogadores, com ordenados pagos por inteiro, para abrir as pernas à passagem do clube do regime? A resposta até podia ser “zero”, mas enquanto as entidades não investigarem e apresentarem as provas esta época, para mim, não passará apenas de mais uma Grande Mentira, tal como as últimas quatro!


Comentários

Enviar um comentário