Conselho de Arbitragem deixa bem claro: O rigor é mais importante do que a rapidez



O Conselho de Arbitragem criou uma conta de Twitter onde vai esclarecendo as pessoas sobre o vídeo-árbitro.

Hoje publicou as normativas para colocação das câmaras bem como um conjunto de regras bem claras sobre o VAR. Para mim destaco a questão do rigor ser mais importante que o tempo que se demora a tomar a decisão. Procuramos verdade desportiva acima de tudo. Só assim haverá justiça no desporto.


  1. Jogadores e equipas técnicas não podem rodear o árbitro principal para influenciar revisão das imagens de um incidente ou contestar.
  2. Um jogador que faça um “sinal de revisão” será disciplinado com um cartão amarelo.
  3. Não existe tempo máximo para rever imagens de um incidente. O rigor é mais importante do que a rapidez, indica o International Board.
  4. A função do vídeo-árbitro é a de aconselhar o árbitro principal e não a de tomar decisões.
  5. Independentemente do conselho do vídeo-árbitro, a decisão final será sempre tomada pelo árbitro principal.
  6. Recurso ao vídeo-árbitro só para corrigir erros claros ou situações decisivas que tenham passado despercebidas à equipa de arbitragem



Comentários

  1. Já vi chama-se @videoarbritro aka Projeto

    ResponderEliminar
  2. Acho muito bem, o rigor acima de tudo, aproveito tambem para pedir ao conselho de arbitragem que instrua os srs. Arbitros, para serem mais criteriosos na amostragem de cartoes, na epoca passada para infracoes com a mesma gravidade, houve uma grande dualidade de criterio e uma certa protecao em relacao a um clube, esta questao no computo geral e quase tao importante como o video arbitro.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário