Liga Espanhola dá lição às restantes organizações



Javier Tebas, presidente de La Liga, disse esta quarta-feira que o organismo que dirige não aceitará o dinheiro da cláusula de rescisão que poderá chegar proveniente do PSG, o clube com o qual o jogador brasileiro está a negociar a transferência.

"Não aceitaremos esse dinheiro de um clube como o PSG (...), que infringe normas e leis: as normas da UEFA e de fair-play financeiro bem como as leis da União Europeia e do tribunal da Suíça"
É importante também lembrar que Espanha já tinha dado o exemplo no que toca a investigar transferências, empresários e até dirigentes por corrupção. Muito bem!


Comentários

  1. Sim, mas não é isso que faz o Barça e o Real quando vêm cá buscar jogadores? É a mesma coisa para mim - concorrência desleal - mas a uma escala menor. É tudo um bocado hipocrisia isto.
    Agora o que acho inaceitável é a comissão paga ao empresário pela transferência de Pogba. Parece tráfico humano. Num estado americano foi condenado à morte um sujeito que tinha preso num camião várias pessoas.

    ResponderEliminar
  2. Entendo no sentido em que está a proteger a Liga Espanhola. Mas é de uma hipocrisia total vir falar de fair-play financeiro e de verbas avultadas em contratações quando Espanha sempre gastou dinheiro à parva. Real Madrid desde os galácticos e Barcelona e Atlético também. Sem contar com Valências (mas isso não se sabe bem como é).
    O Barcelona o ano passado gastou quase 250 milhões de Euros por passes de jogadores. E um deles foi o A. Gomes. Isso é que é gastar dinheiro à parva.

    ResponderEliminar
  3. Pura demagogia, o guito já lá está e onde anda este ?

    ResponderEliminar

Enviar um comentário