Os e-mails não representam a corrupção mas sim a prova!



Tem sido recorrente o discurso de que "o Benfica não foi campeão graças aos e-mails" e é a mais pura das verdades. Ninguém se deixa corromper por um e-mail. Todos os dias são trocados milhões de e-mails sem qualquer consequência a nível de tráfico de influências ou corrupção.

Mas nunca ninguém disse que os e-mails, em si, representavam corrupção. Os e-mails vêm é demonstrar um conjunto de práticas dúbias, algumas até já reconhecidas pelo próprio advogado do Benfica.

Acções como baixar notas a mando, oferecer vouchers, etc, é que podem ser reconhecidos enquanto actos de corrupção ou tráfico de influências. Os e-mails são o que são, apenas e-mails. Vamos ver o que efectivamente representam o resto das acções... E já não deve demorar muito!

Esperemos que haja coragem por parte das instituições em Portugal para levar este caso até às últimas consequências. Porque quem escreveu e enviou os e-mails tem um patrão e agiu pelo interesse da entidade que o emprega.

Quanto aos benfiquistas: Denial is not a river in Egypt. Tic tac, bitches.


Comentários