A prova que a FPF está sob o controlo do benfica



Não é preciso ser-se um génio para entender as movimentações que estão a acontecer por parte da Federação Portuguesa de Futebol. Um órgão que se manteve calado quando um adepto foi brutalmente assassinato mas que agora vem dizer "basta".

O benfica já tinha tentado um golpe de estado ao plantar a notícia de que Pedro Proença se ia demitir da Liga. É claro que eles o querem de lá para fora visto se ter tornado um incómodo para o Estado Lampiânico. Como não conseguiram, estão a tentar matar a Liga, passando o seu poder para a Federação.

Fernando Gomes, que não passa de um amestrado, viu aqui a possibilidade de acumular em si mais poder e vai dançando ao ritmo que Vieira entende. Valeu a pena espiar as SMS, não valeu?

Meses onde foram denunciados vouchers, emails e padres e a Federação sempre em silêncio. Quem beneficiou desse silêncio? E agora que começa a haver contestação, quem beneficiará de multas para quem se queixa?

5 de Agosto de 2017

"Impõe-se por isso, que talvez tenha chegado o momento das entidades oficiais, do estado e do governo chamarem a si, a procura do encontro de uma solução que permita, que seja uma entidade independente e credível a regulamentar e gerir as principais áreas que requerem independência e autonomia face aos diferentes competidores.", Luís Filipe Vieira na véspera da SuperTaça.

 25 de Outubro de 2017

Fernando Gomes propôs “a criação de uma autoridade administrativa exclusivamente vocacionada para a segurança e combate à violência no desporto, dotada de recursos e não apenas de atribuições e competências”, de forma a que, qualquer infracção à lei, seja sancionada de forma célere.

Bastaram dois meses para que a vontade de Vieira se transformasse em algo de vital importância para a Federação. Mas ainda alguém tem dúvidas dos interesses instalados no edifício do futebol português?





Comentários

  1. Dizia o Fernando Gomes ao António Araújo, a propósito dos pagamentos às meninas; Passe pelo 14º. andar e deixe à Dª. Manuela Cunha as facturas de... restaurantes!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário