Faz hoje cem anos que trouxemos a Taça Cosme Damião para Alvalade



A 11 de Novembro de 1917 foi criada a "Taça Cosme Damião" de forma a inaugurar o terceiro campo do benfica. O jogo opôs o Sporting ao benfica e terminou com uma vitória nossa por 1-0. Esse golo foi marcado por Artur José Pereira e gerou uma azia imensa para os lados dos encarnados. Vamos a uma lição de história!

Cosme Damião, pseudo-fundador do benfica, queria assumir protagonismo total na liderança do "novo" benfica e, progressivamente, procurou apagar a ligação original do clube com o bairro de Belém. Na altura era dirigente, capitão e jogador do clube encarnado mas, em campo, a verdadeira estrela era Artur José Pereira, que defendia o regresso do benfica às origens. Durante anos foram duras as discussões entre ambos, as relações foram-se deteriorando e terminaram mesmo com um impulso totalitarista de Cosme Damião que suspendeu Artur José Pereira por seis meses.

Artur José Pereira percebeu que aquele clube não era o que pensava ser e falou com Francisco Stromp que pagou, do seu bolso, 35 escudos por mês a Artur José Pereira para ele representar o Sporting Clube de Portugal. Um investimento mais do que justificado. Por vezes é preciso gastar dinheiro para garantir qualidade.

Ora, logo na primeira Taça que opôs ambos os clubes, Artur José Pereira fez o gosto ao pé mesmo ao cair do pano e fez com que o troféu passasse estes cem anos no palmarés Verde e Branco. Artur José Pereira foi também considerado o melhor jogador dessa época e acabou mesmo por se sagrar campeão pelo Sporting.


São mais de vinte mil troféus que se podem encontrar no Museu Sporting e, entre eles, está este. Conquistado há exactamente cem anos ao nosso eterno rival que já na altura sofria dos mesmos tiques ditatoriais de hoje em dia.

Saibamos fazer como sempre fizemos e ir a casa dos rivais buscar troféus para e títulos para o nosso museu! Que se honre assim a História do Sporting Clube de Portugal!








Comentários