Como a FPF tem financiado o Estado Lampiânico nos último anos



Era bastante claro que os tentáculos do polvo que controla o futebol português estava bem instalado na sede da Federação Portuguesa de Futebol. Hoje tivemos mais uma prova dessa intima relação: o tal contrato da "porta do cavalo" falado nos emails de Paulo Gonçalves.

O site que tem vindo a mostrar os conteúdos dos emails colocou hoje o contrato celebrado entre a FPF e o Benfica para cedência do estádio da Luz para a realização do Portugal - Hungria.

A Federação compromete-se a pagar ao Benfica, 200.000 euros só pela realização do jogo, acrescidos de 75.000 euros se a lotação ultrapassar os 60.000 espectadores. Tenhamos agora em consideração que existe um email onde dizem que Gilberto Madaíl dará ainda "mais 50.000 pela porta do cavalo". Talvez agora comece a fazer mais sentido a quantidade de jogos que são realizados no estádio da Luz nos últimos anos e porque é que cada vez menos a Selecção Nacional joga em Alvalade. Desde 2010, a Selecção realizou 10 jogos no estádio da Luz, 4 no estádio do Dragão e apenas 2 no Estádio José de Alvalade. É bastante rápido fazer as contas e perceber a enorme contribuição que a Federação tem dado para o orçamento anual do benfica, não é? E também se percebe porque é que Fernando Gomes foi considerado o "Homem do Ano", é que alguém que dá tanto a ganhar não pode passar sem uma distinção...

Aguardo pelo momento em que rolem as cabeças dos responsáveis por tamanha afronta aos restantes clubes portugueses pois para além do claro sintoma de concorrência desleal, há também o favorecimento a um participante de competições organizadas pela própria Federação como, por exemplo, a Taça de Portugal.





Comentários