Pedro Guerra tem um chefe e isso não deve ser esquecido



Os alegados emails de Pedro Guerra, Paulo Gonçalves e companhia que apareceram na internet nos últimos dias vieram mostrar uma teia instalada no futebol português e as suas várias ramificações.

Já todos lemos dezenas, ou centenas, desses emails e o nojo que se instalou fez-nos querer chamar todos os nomes a Pedro Guerra. Mas a verdade é que Pedro Guerra não é o verdadeiro culpado. De certeza que não foi Pedro Guerra, sozinho, que tomou a liberdade de montar esta organização que faria inveja a Pablo Escobar. Pedro Guerra pertence à estrutura do Benfica e tem um chefe. Um, ou vários. O Benfica tem um presidente, de seu nome Luís Filipe Vieira, e que estaria ao corrente dos assuntos tratados por Pedro Guerra.

Não é justo, nem sério, pedir apenas a demissão de Pedro Guerra. Devemos pedir a punição exemplar do Benfica. Que lhes sejam retirados os títulos conquistados durante esta altura e que estão manchados de mentira. Que desçam de divisão pois não são, alegadamente, suficientemente sérios para competir com os demais clubes. Aliás, nenhum clube da primeira liga deveria querer defrontar um clube que parece ser o pináculo da corrupção.





Comentários