Porque é que a pior equipa das competições europeias luta pelo título em Portugal?



12/09/2017 => Benfica - CSKA
63' - Mão de André Almeida na área, o árbitro marca penalty
Total: 2 amarelos, 1 penalty

27/09/2017 => Basileia - Benfica
60' - Fejsa atropela Oberlin na área, o árbitro marca penalty
63' - André Almeida tem uma entrada assassina sobre Petretta, o árbitro expulsa-o e leva dois jogos de castigo
Total: 2 amarelos, 1 vermelho, 1 penalty

18/10/2017 => Benfica - Manchester United
5' - Luisão vê o primeiro cartão amarelo
90' - Luisão é expulso por acumulação de amarelos
Total: 2 amarelos, 1 vermelho

31/10/2017 => Manchester United - Benfica
15' - Carga de Dougas sobre Martial, árbitro marca penalty
77' - Falta de Samaris sobre Marcus Rashford, árbitro marca penalty e mostra amarelo
Total: 3 amarelos, 2 penalties

22/11/2017 => CSKA - Benfica
Total: 2 amarelos

05/12/2017 => Benfica - Basileia
Total: 1 amarelo

Para que se perceba bem:

Em seis jogos, o Benfica viu serem-lhe assinaladas quatro grandes penalidades e duas expulsões. Em Portugal seria impossível atingir uma marca assim em seis jogos, se calhar nem em seis anos uma vez que o Benfica andou 762 dias sem ver um penalty assinalado contra.

Logo no primeiro jogo, contra o CSKA, houve um penalty incontestável por mão na bola. Na época passada, no Benfica - Sporting, Pizzi tocou duas vezes com a mão na bola, Nelson Semedo uma e não foi assinalado nenhuma grande penalidade. Inclusivamente, vimos jornalistas a fazer figuras patéticas com pseudo-pareceres pedidos à UEFA para tentar desculpabilizar tamanha vergonha.

São anos de simulações, agressões e mentiras permitidas semana após semana ao clube do regime. Se dúvidas houvessem (só de algum idiota, pois claro), ficaram totalmente esclarecidas com este pack de seis jogos da Liga dos Campeões. Mão na bola na área, é penalty! Agressões são para vermelho! Se um jogador está em linha, não se marca fora de jogo para beneficiar o Benfica!

Custa muito replicar estas arbitragens cá no burgo? Espero bem que esta corja que se auto-intitula de "árbitros" faça mesmo greve e que, para o seu lugar, possa vir alguém descomprometido com todo este lixo que, alegadamente, anda a toque dos Paulos Gonçalves desta vida.

Foram a pior equipa, entre oitenta, das competições europeias. Foram corridos da Liga dos Campeões e, se houver justiça e coragem, serão também corridos da Primeira Liga. Chega de bandalhos corruptos!




Comentários

  1. Uma verdade que continua escondida na tugolandia...

    ResponderEliminar
  2. Muito boa analise. É isso mesmo, se querem ser arbitros internacionais facam o que os arbitros internacionais fazem, é penalti? é assinalado. é falta para cartão? mostra cartão.

    O problema é que os arbitros recebem "telefonemas" a pedir para fazerem uma "boa arbitragem".

    ResponderEliminar
  3. Como seria óptimo que o futebol português não estivesse inquinado como está...
    1º os "andrades" andaram ser levados ao colo durante dezenas de anos...

    Depois foram os "lampióes" a entrar no mesmo esquema e "é tudo estrada"...

    Como me sinto orgulhoso de pertencer a um Clube que ganha sem recorrer "a manobras"...

    É uma vergonha o que se passam em Portugal...

    ResponderEliminar
  4. Os apitadeiros portugueses não têm vergonha na cara, e ainda se dão ao luxo de intimidar os jogadores do Sporting antes, durante, e após os jogos, e só por isso é que a nossa equipa não conseguiu ser campeão nacional em 2016 (mesmo tendo dominado estatisticamente TODOS OS 34 JOGOS!), mas conseguiu, um par de meses depois, ser campeã europeia de selecções (numa prova onde nenhum apitadeiro corrupto teve naturalmente lugar)...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário