Uma vitória que começou na Terça-Feira



Quando Jorge Jesus falou nos "atrasados mensais" foi fácil perceber os destinatários da mensagem: todos aqueles que só vêem o futebol de mês a mês mas que têm sempre opinião sobre como se gere tudo menos a sua própria vida.

Choveram criticas à gestão da equipa contra o Barcelona, num jogo onde mesmo que se ganhasse de nada adiantava pois a Juventus ia jogar contra as segundas linhas de um Olympiakos já eliminado.

Ter poupado jogadores na Terça-feira permitiu ao Sporting entrar hoje com Gelson e Bas Dost a um ritmo elevado. Também Fábio Coentrão e Podence emprestaram um ritmo alto ao jogo num campo sempre complicado.

Bas Dost, no final do jogo, disse que sentiu que estava a fazer um jogo pobre até ao momento em que fez o 2-0. É engraçado sentir esta mentalidade. Jogadores com capacidade de auto-critica mas que não se deixam desmotivar pelos acontecimentos do jogo. Também Podence parecia apagado e, dum momento para o outro, tira um coelho da cartola e faz uma mágica assistência para Coentrão abrir o marcador.

Tudo somado, três pontos na bagagem. A luta continua em Alvalade, na próxima Quarta às 19 horas, contra um Vilaverdense mais do que motivado para tentar continuar na Taça de Portugal. Não há espaço para brincadeiras. Vencer é obrigatório!





Comentários

Enviar um comentário