Felipa Garnel deseja derrota do Sporting para correr com Bruno de Carvalho



Vejam bem o tipo de gente que se diz adepta do nosso clube. Felipa Garnel, pessoa essencialmente conhecida por ser loira, veio destilar ódio a Bruno de Carvalho através do seu facebook. Num texto de nível baixo (o que esperavam?), a senhora deseja maus resultados para o Clube e admite que dá por si a torcer para que o Sporting não ganhe pois, assim, os 90% de adeptos que elegeram Bruno de Carvalho talvez "abram os olhos".

É este o tipo de gente que se diz Sportinguista? Ser do Sporting não é para toda a gente e, definitivamente, não é para a senhora Felipa Garnel. Um forte bardamerda para ela. O Sporting não te há-de dar essa satisfação, velhaca! Nem nos vamos esquecer das tuas palavras...







Comentários

  1. uma gaja que parece o Miguel Sousa Tavares devia ser do FCPorto
    (se calhar até é...)

    ResponderEliminar
  2. Chamar a essa merda de senhora é insultar as senhoras.

    ResponderEliminar

  3. Dass Granel... até morrer, vai mas é morrer longe, bem longe... para a podridão do teu cadáver não cheirar mal aos outros (digamos uma questão de estética... e ouvi dizer que o orelhas gosta muito de olho de loiras... por isso até não é preciso ir muito longe! )

    E o BdC tem toda a razão, as mudanças de regras são imperativas e urgentes, é preciso impedir as Garneles da vida de compurscarem o símbolo do Sporting com as suas diarreias mentais imbecis.

    Limpa-te!

    ResponderEliminar
  4. A Felipa (Felipa, a sério?) deve adorar o "bem falante" Godinho...

    ResponderEliminar
  5. Isso devia de dar logo direito a expulsão de sócia,desejar o mal do clube só por gostos pessoais acho que nem dá direito a defesa da porcalhona.

    SL

    ResponderEliminar
  6. Tempos de bonança a mudar para tempos difíceis.
    O melhor é deixar o pó assentar, e ter elevacão no que se escreve.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dude?!?! isto é a internetwork (net, p'rós amigos) se queres Saramago, Neruda ou Faulkner: desliga o PC e vai à Gulbenkian

      Eliminar

Enviar um comentário