O dia em que o país parou e o Sporting continuou



A Assembleia Geral de ontem foi uma excelente manifestação de Sportinguismo. Reforçou-se a confiança na actual Direcção, identificaram-se os dedos por trás dos cordelinhos que vão sendo puxados e, acima de tudo, deixou-se o mote para o combate a quem tenta, de uma maneira ou de outra, acaba por prejudicar o Sporting Clube de Portugal.

Que maior demonstração de grandeza podemos ter? O país parou para saber o que estava a ser decidido na Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal. Os programas da noite centraram-se nas palavras de Bruno de Carvalho. o Sporting Clube não é só de Portugal, É Portugal!

#NemMaisUmJornalDesportivo

De todo o discurso de Bruno de Carvalho, o repto para não se comprar nem mais um jornal desportivo foi o que mais me entusiasmou. Não pode surpreender ninguém a existência de agendas nas redações de cada jornal desportivo. Aliás, a passada semana pode ser considera o "Pináculo da Agenda" nos diários desportivos do nosso país. Dia após dia, eco a tudo aquilo que pudesse servir de arma de arremesso contra o Sporting.

Os jornais desportivos falam em discurso de ódio mas ódio é aquilo que nos atiram todos os dias, se não vejamos: O jornal "O Jogo" até voz deu a um não-sócio do Sporting só para ter mais três parágrafos de puro destilar de ódio ao Sporting Clube de Portugal e a Bruno de Carvalho. Já o Record foi fazendo o desfile de mais ou menos notáveis a cada três horas. Quanto à Bola... Bem, a Bola é a Bola e não se pode esperar nada deles a não ser que um dia a sua sede na "Travessa da Queimada" possa transformar-se num belíssimo trocadilho. Aliás, a postura dos jornais desportivos é tão patética que um jornalista foi agredido ontem em pleno estádio da luz e não foi notícia em lado nenhum para não ofender quem segura a trela. Os jornais desportivos falam em discurso de ódio mas no futebol português os assassinados foram sempre Sportinguistas.

Reparem que ninguém está a pedir para que os adeptos deixem de se informar. Procurem sempre o conhecimento e a informação mas em fontes que não procuram diariamente diminuir o Sporting Clube de Portugal.

Posto isto, podem os Sportinguistas confiar nos jornais desportivos? A resposta é clara: NÃO! Em princípio, os jornais vivem directamente das suas vendas e da capacidade de cobrar publicidade. Falta saber que tipo publicidade lhes dá mais dinheiro: se a produtos normais e de marcas de cariz nacional ou aqueles artigos onde tentam enfiar Embalós pelos olhos a dentro das pessoas. Deixando de comprar jornais, perceberemos facilmente.


Abandonem os programas de Comentário Desportivo

Este tema é obviamente mais complexo pois existe muito Sportinguista que ganha a vida a falar publicamente e pedir a essas pessoas que abdiquem de uma fonte de rendimento não é trivial. Mas também não podemos continuar neste status quo onde o tema do dia é sempre o que mais prejudicar o Sporting. Cada comentador afecto ao Sporting não debate com iguais. Debate contra uma cartilha difundida em programas moderados por pessoas que também aparentam seguir também uma agenda muito particular.

É neste tipos de programas que nascem os epítetos de "ditador" e "tirano". Nasceram da boca de gente que defende líderes instalados no poder há mais de quinze anos e onde a oposição foi sempre sendo saneada.

E a alternativa?

A alternativa é criar ou capitalizar plataformas onde se permita dar voz ao Universo Sportinguista. Seja no mundo da blogosfera ou do youtube. Há espaço e talento entre Sportinguistas para debater o Clube. Roubando audiência a essa trash television, ela há-de acabar por se extinguir. Haja vontade! Haja querer! Nós, aqui no Tu Vais Vencer, desde já nos comprometemos a produzir mais e melhor conteúdo para todos os Sportinguistas - sem excepção! - se sentirem em casa.


E agora?

Agora é arregaçar as mangas, contrair este músculo de três milhões e meio de Sportinguistas e empurrar estas forças que nos querem ver pequenos. Todos juntos, a remar para o mesmo lado, iremos conseguir coisas que nunca sonhámos sequer ser possíveis.





Comentários

  1. Magnifica análise.

    Belíssimo post.

    Nem mais.

    ResponderEliminar
  2. Engraçado!! expor a corrupção da JORNALIXEIRADA SUJA CORRUPTA DEMAGOGA IMORAL E PARCIAL é ódio anti-democratico e coreano, mas dizer mal de alguém constantemente por dá cá aquela palha, e impedi-lo por qualquer meio de se expressar no Facebook, já não é ódio anti-democratico ou cureano!!!.. como é engraçado que para uns tem de ser preto, enquanto para outros é sempre branco (assim pensam eles q quase ninguém vê ).

    Boicote é a única coisa que faz sentido... e eles sabem!.. palavras leva-as o vento, um apelo à violência e ou roubo de microfones (curioso ninguém se queixa, ou fez queixa!) seria o pior..

    Um apelo ao boicote, vai atingir esta escumalha nogenta onde lhes vai doer mais-> nem mais um cêntimo para essa escumalha asquerosa. Ponto

    Se falamos de *Jornalismo & Isenção*, então no Jornal do Sporting e na SportingTV existe muito mais disso a dormir, q em todos os outros juntos acordados(q não passam duma JORNALIXEIRADA SUJA DEMAGOGA CORRUPTA IMORAL E ALTAMENTE PARCIAL).

    Por isso é que já chiam (com os seus chavões de democracia liberdade e igualdade, sendo eles a antítese disso) q nem ratos apedrejados saídos do esgoto.

    ResponderEliminar

  3. Leiem e vejam aquilo que quiserem... mas se vão dar 'share', logo dinheiro e poder a escroques e escumalha, então dêem muito mais ao Jornal do Sporting e à SportingTV, q faz um trabalho ABSOLUTAMENTE EXTRAORDINARIO com os poucos recursos q têm, a cobrir tudo com isenção e qualidade do que é Sporting. (estão em todo lado... e vão ver ganhamos títulos, até europeus, q mais ninguém fala. )

    A isto chama-se BOICOTE e é mais q perfeitamente LEGITIMO, num 'Estado' q se diz democrático, mas quem tem o poder abusa dele como se não houvesse amanhã.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário