Adeptos do benfica voltam a criar confusão no julgamento do assasino de Marco Ficini



A PSP deteve esta quinta-feira um adepto do Benfica por resistência, coação, injúrias e ameaça, no Campus da Justiça, em Lisboa, após o debate instrutório do processo relativo ao atropelamento mortal de Marco Ficini, junto ao Estádio da Luz.

Quando a PSP tentava montar um cordão policial, um adepto do Benfica, de 35 anos, que "não é arguido no processo", foi detido, às 13h55, por spotters, agentes policiais responsáveis pelas ligações com as claques dos clubes desportivos, explicou à agência Lusa a porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, Carla Duarte.

E assim se volta a violar a memória de Marco Ficini,  adepto Sportinguista, assassinado às mãos de um membro de um "grupo organizado de adeptos".

Benfiquistão, what else...


Comentários