Vieira, uma anedota de bigode e com pernas



O discurso de Luís Filipe Vieira de ontem, num país civilizado, seria alvo de chacota durante quinze dias mas como vivemos em Portugal foi entendido como o discurso de um qualquer estadista. Mas é o que é. Também há gente que acha que o Maduro é um estadista e que o Escobar era muito boa pessoa.

Destaco as seguintes frases:

"Ganhamos como ninguém" - Claro! Mais ninguém tem um esquema montado que envolve a justiça, delegados, árbitros, polícias, ministros, etc etc.

"É assim que, em 2018, podemos dizer que vamos continuar a investir" - Em camisolas e vouchers?

"Estamos a equilibrar as contas como ninguém" - Aqui talvez estivesse a falar da sua vida conjugal com Jorge Mendes.

"Ganhamos por nós e só por nós, respeitando sempre os nosso rivais e todos os clubes" - AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Perto do discurso de Luís Filipe Vieira, a "The Funniest Joke in the World" dos Monty Python é uma anedota brincadeira de meninos.


Comentários