Meninos Aziados



Têm vindo a lume algumas notícias de que há jogadores a ameaçar sair se o Presidente do Sporting Clube de Portugal não se demitir.

Algo tem que estar muito errado numa instituição quando três ou quatro pessoas se acham tão relevantes que podem, via chantagem, forçar a demissão de um Presidente eleito por quase noventa porcento da massa associativa.

A onda que "nasceu" na bancada ajudou a cultivar esta ideia de que um grupo de assalariados do Clube tem mais poder que o Conselho Directivo. E ajudou-os tanto que se esqueceram das saídas à noite depois da derrota em Madrid. Ainda há bem pouco tempo, Jorge Jesus era o alvo a abater. O tipo a quem este grupo andava a fazer a cama mas hoje fazem voltas olímpicas quando a única coisa que ganharam foi uma Taça da Liga. Que instinto competitivo é este? Que moral é esta?

Como é que jogadores profissionais, que ganham 150 mil euros por mês se escondem atrás das palmas de quem recebe €600?

Quem são estes jogadores para exigir o que quer que seja? Jogadores que até hoje ganharam zero! Deu-lhes muito mais o Sporting a eles do que eles ao Sporting. Enquanto sócio do Sporting, dispenso bem estas demonstrações de ingratidão e de falta de humildade.

O que os jogadores do Sporting deviam exigir era que os árbitros e as diferentes instituições que gerem o futebol português não faltassem ao respeito ao seu trabalho.


Comentários

Enviar um comentário