Oposição ou Intoxicação?



O último mês tem sido pródigo no empolamento de situações que, isoladamente, em nada prejudicaram o Clube mas que todas juntas parecem ser o Apocalipse.

O Sporting foi hoje à luz vencer o benfica em hóquei e mantém-se na luta pelo título. Também o futsal deu um passo importante na luta pelo título, ao vencer o Burinhosa por 5-3. Juntemos a isto os campeonatos já conquistados por Andebol e Voleibol e podemos considerar uma época positiva nas modalidades, até ao momento.

É claro que há duas grandes nuvens negras em cima da nossa cabeça: As agressões na Academia e o processo Cashball.

Em relação às agressões: foi um episódio infeliz, protagonizado por um conjunto de selvagens que em nada dignificam o Sporting Clube de Portugal. Mas não posso, nem quero, acreditar que este vil acto possa ter sido espoletado pela Direcção. Confirmando-se que não foram, creio que aumentar as medidas de segurança da Academia e, talvez, criar um novo balneário para os atletas profissionais garantem a qualidade e segurança necessárias para que os jogadores possam encarar com confiança a próxima época.

O processo Cashball é algo que nos vai perseguir durante algum tempo, principalmente porque é do interesse de todos os nossos inimigos que a dúvida se vá mantendo no ar. Confio em André Geraldes e somo, a essa confiança, a falta de credibilidade do "arrependido".

Ora, se não foi o Conselho Directivo que ordenou o ataque aos atletas e se não se confirmar o processo Cashball, qual é a verdadeira razão para destituir esta direcção? Meia-dúzia de posts no facebook? Um ralhete público à equipa de futebol? É a isto que se resume toda esta celeuma?

Qual é o projecto então que a oposição tem para o Sporting? Pegar numa reestruturação financeira já feita? Alavancar modalidades já de si competitivas? Oferecer condições ao melhor plantel de futebol masculino que já tivemos? O que quer realmente a oposição para o Sporting?

Os Sportinguistas querem uma Direcção competente e uma Oposição que a mantenha alerta e capaz (seja quem for em cada um dos lados). Não podemos viver em constante intoxicação, a desejar eleições a cada seis meses só porque as coisas não são exactamente como queremos. Quem quer que deseje fazer oposição não o pode fazer em prejuízo do Sporting, que todos entendam isso o mais rápido possível.

É importante perceber que cada vez que um dirigente, treinador ou atleta do Sporting veste a camisola Verde e Branca, veste a História de quase cento e doze anos de Clube. Veste as almas de todos os Sportinguistas que já faleceram e a voz de todos os que gritam em apoio.





Comentários

  1. Revejo-me bastaste nesta reflexão. Acho que só falta acrescentar a imagem desgastada que BdC atualmente apresente, e penso que esse é o principal factor.

    Julgo que uma parte significativa dos adeptos (é difícil de saber dentro de quem omite opinião, quais são os verdadeiros sócios) atribui um peso muito grande a este factor que referi do que ao trabalho efetivo desta direção.

    Para além deste carácter agressivo, que vai a todas, com uma mistura de prepotência e vitimização do Presidente, a verdade é que existe um terreno, por um lado inóspito (tanto internamente, como externamente - talvez de alguma forma potenciado pelo perfil de BdC) por outro lado também existe uma estratégia comunicacional da parte da direção agressiva e que facilmente transforma tudo num cenário bélico que pode dar força ao surgimento de extremistas.

    Contudo não deixo de salientar, e já disse isto algures na blogosfera, que BdC recuou, quando se afastou do futebol. (contratação de Inácio, saída do banco)

    que BdC recuou, quando nomeou Fernando Correia como Porta-voz.

    Existe muita coisa muito estranha (leia-se interesses de bastidores). Não acho mesmo nada normal a forma como a CS inflamou tudo isto. Uma coisa é aproveitar situações para criar a telenovela, outra coisa é a forma descarada como inventavam factos, criavam noticias continuamente, inclusive de factos negados pelas fontes referidas. Enfim, independentemente de ser Sportinguista, como cidadão acho que a CS deveria de ser muito melhor regulada, pois o poder que têm, sem haver qualquer consequência sobre as falsas notícias é simplesmente inaceitável numa sociedade.

    Por muito menos, a Angela Merkel desdobrou-se em reuniões com especialistas que estudam este fenómeno.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao comentarei o que refere sobre BdC (em parte, concordo consigo).

      Quanto à CS:

      Em cheio. Nos USA, com que tanto gozamos ou que criticamos intensamente, a CS está finalmente a fazer um esforço para mudar. O ataque cerrado da Administração Trump às "fake news" (em parte por motivos egoistas) está a surtir efeito. É um processo longo, complicado, com muitos problemas, mas a verdade é que os americanos perceberam finalmente como é facil destruir pessoas ou entidades com "fontes" jornalisticas que inventam factos com determinados fins.

      Em Portugal a CS nao tem freio. Ha violações do segredo de justiça constantes (caso Sócrates, caso freeport, caso Espirito Santo, caso BPN) mas nao ha qualquer fuga de informação ou violação do sgredo de justiça em relação à rede criminosa que o slb montou.

      Montaram e continuam a montar um ataque esmagador ao Sporting Clube de Portugal, e da mesma forma têm montado uma rede de protecção em torno do polvo vermelho, slb, e do seu ex-presidiario presidente LFV.

      O que se passa neste país é digno de ditaduras sul americanas, em que se protegem uns e se atacam outros.

      Mas acredito que a regulamentação da CS jamais será feita em Portugal. Convém a muita gente, ao status quo, a gente muito poderosa (que BdC afrontou), que nada mude. A CS é, mais do que nunca, e especialmente em Portugal, uma arma de conveniência.

      E repito: se BdC sair, ou algo lhe acontecer (como alguém se atreveu a dizer na CMTV, "brunos de carvalhos têm de ser mortos à nascença), veremos a extinção do Sporting Clube de Portugal em 2 ou 3 anos.

      Eliminar
    2. 100% de acordo contigo Chronus.SL

      Eliminar
  2. Aquilo que o presidente referiu e que foi tirado do contexto sobre o ataque ter tido inicio numa atitude dos jogadores ficou provado. A CMTv tinha as imagens mas guardou as para poder inventar a novela que quis.
    Sem responsabilizar os atletas que nao tiveram culpa do que aconteceu, mas ficou provado que foi aquela "zanga" com os estupidos das claques que depois deu naquele ataque nojento.
    Nesse caso envergonho-me por ser do mesmo clube que essa gente, mas o clube nao fez nada de mal.

    O caso cashball, se fosse verdade, seria a maior desilusao que o Sporting que poderia dar. Mas a historia é tao estupida que nem vale a pena comentar. O porco do Salvador veio agora dizer que eles é que ficaram no terceiro lugar porque existem estas acusacoes, mas sobre os jogos do benfica ja nao tem credibilidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O salvador Insolvente é um porco que responde pela voz do dono.É um vigaristazito que ficou a dever a muitas empresas e pessoas na zona de Braga.Hoje no Jamor estava com um melão do tamanho da burrice dele.SL

      Eliminar
  3. A única coisa q interessa, actualmente, é denegrir a imagem do presidente do Sporting - e isto porque é o que está mais à mão, caso contrário seria outro o visado.

    Interesses económicos - refiro-me à participação na SAD leonina, falam mais alto.
    Tudo o resto é show off para manchar ainda mais.

    Contudo, a imagem de Bruno de Carvalho está muito suja, muito por culpa do próprio q ñ se consegue afastar no devido tempo.
    De um lado quer evitar guerras, do outro coloca-se propositadamente no centro do furacão para ter atenção.

    Enfim, de um coisa estou certo » essencial é a reestruturação financeira!
    Após isto podem "brincar" à vontade q já vamos estar organizados!!

    ResponderEliminar
  4. Eu não diria melhor.

    Mais um bom texto, meu caro, brilhante até na qualidade e imediatismo dos argumentos.

    Agradeço-lhe por ser essa voz clara e decidida. Bem haja.

    ResponderEliminar
  5. BOLAS!.. o que a dita oposição quer, é o que a generalidade dos políticos quer; tacho, poleiro e prestígio . ponto

    Pensei que a malta já tivesse percebido isso.. . por vezes os piores inimigos são os internos e não os externos... não porque são inimigos de coração (até pelo contrário) , mas porque as suas incompetências, negligências, incapacidades, e interesses pessoais acima de tudo, os fazem piores que tóxicos.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário