Sporting arrasa actual estado do VAR




Depois do roubo épico que aconteceu no jogo contra o Futebol Clube do Porto, o Sporting Clube de Portugal emitiu um comunicado onde basicamente arrasa o actual estado do VAR.

Abaixo o comunicado:


O Sporting Clube de Portugal entende que o videoárbitro (VAR) é um instrumento essencial para a protecção da arbitragem e do espectáculo desportivo.

O VAR não pode voltar atrás, mas também não pode ficar parado.

A sua implementação pode e deve ser aperfeiçoada, nomeadamente adoptando-se mecanismos que tornem a sua utilização mais uniforme e mais transparente.

O Sporting Clube de Portugal defende, por isso, que o protocolo do VAR seja objecto de intervenção no sentido da adopção de critérios claros e inequívocos de uniformização, que mantenham o princípio da intervenção mínima, mas garantam que a intervenção efectivamente não ocorre quando não pode ocorrer, e que efectivamente ocorre quando tem de ocorrer.

Defende, igualmente, que os diálogos entre o VAR e o árbitro, com o jogo parado, sejam divulgados em directo, durante a transmissão do encontro, à semelhança do que acontece noutros desportos em que as decisões de VAR e equipas de arbitragem são transparentemente explicadas a todos os intervenientes do espectáculo e aos espectadores.

Por essa razão, apresentará as suas propostas de alteração neste caminho no sentido da transparência.

O Sporting Clube de Portugal continuará a lutar pela adopção de todas as medidas que, como estas, visem proteger os árbitros e contribuir para a transparência e compreensão da sua actuação, mantendo o foco no jogo jogado, no espectáculo e na verdade desportiva.

Quem não deve, não teme.




Comentários