Frederico Varandas lava o chão com Pinto da Costa



Frederico Varandas respondeu hoje às constantes provocações por parte de Pinto da Costa e não foi nada meigo. 

O Presidente do Sporting Clube de Portugal recordou o passado do presidente do Porto no que toca ao Apito Dourado e deixou bem claro que "um bandido será sempre recordado como um bandido".


"Colocaram-lhe a questão do Apito Dourado e ele diz que é mais um processo em que muitos portugueses são arguidos mas nao houve condenação. Mas há um pormenor: há dias fui ao Google e ouvi as escutas. E ouço Pinto da Costa a dizer tudo o que disse. Desafio todos os comentadores e jornalistas a ouvir novamente as escutas e perguntem-lhe o que ele acha. Se as escutas podiam ser válidas ou nao, isso é problema da justiça. Outra coisa é o que ouvimos e o que ele fez. Num país de primeiro mundo Pinto da Costa não podia ser dirigente do que quer que fosse. falando para todos os sócios do Sporting, sei que eles merecem há decadas ouvir isto... todos os portugueses merecem que isto seja dito: pode ter um grande sentido de humor, ser uma pessoa acima da média culturalmente e um currículo com muitas vitórias, mas um bandido será sempre um bandido e no final um bandido será sempre recordado como um bandido. Quando ele se retirar prestará um grande serviço ao futebol português e contribuirá para que o país seja de primeiro Mundo"




Comentários